Corrida de Rua

O esporte mais democrático.

corrida de rua passou a ser minha paixão , não me vejo sem ela. E tenho certeza que qualquer pessoa pode vencer esta barreira e ingressar neste maravilhoso mundo

Não, eu não gostava de correr, não mesmo. Na verdade eu achava que não gostava porque correr era difícil e eu não conseguia correr nem um minuto sem achar que iria morrer do coração ou com falta de ar. No entanto o tempo foi passando e eu persisti até que correr fluiu e virou hábito.

Não sou uma atleta, não estou no pelotão quênia, não tenho o pace mais veloz, mas aprendi muita coisa com a corrida. Portanto quero compartilhar com pessoas interessadas em mudar e vivenciar este novo estilo de vida.

A Corrida de rua abriu portas para natação, ciclismo e um milhão de novas descobertas na minha vida porque passei a me interessar pela saúde. Consequentemente adotei um modo de vida mais saudável e isso foi maravilhoso para toda minha família.

Aos poucos vou escrevendo tudo que fortaleceu meus laços com a corrida e todos os paradigmas que quebrei. Além disso vou contar todas as coisas boas que a corrida me deu, como: amigos, viagens, amor, paixão, superação, provas e uma visão totalmente diferente do mundo.

Tive ajuda de profissionais Top nesta trajetória, tais como o professor Rafael – RJM Performance, a MP Assessoria esportiva, a Equipe Fox , a nutri Erika Santinoni e muitas outras que vou contando em cada post e histórias aqui do site.

Aventuras nas ruas do mundo

Depois que a corrida ganhou um espaço no meu coração as provas passaram a ser muito cobiçadas. Eu queria me inscrever em todas. Ao ponto de querer viajar para correr ou encaixar uma corrida na viagem com a família.

Resumindo, a corrida passou a ser um membro da família. Então tá: Vou relacionar as corridas que fiz no espaço logo abaixo, se quiser dê uma espiadinha.

Outros assuntos interessantes

Esse site não fala só sobre corrida e sim sobre uma vida com o esporte. Aqui você vai encontrar coisas bacanas sobre natação, ciclismo, saúde, nutrição, família, filhos, muitas aventuras e provas inesquecíveis. Tais como: A minha preparação para o meu primeiro Ironman70.3, por exemplo.

Vou te mostrar que este mundo Tri não é apenas para atletas de ponta, pois existe uma fatia para os amadores e que querem se endorfinar. Neste mundo existem regras e vou te mostrar a visão de uma pessoa que começou a correr do zero, aos 36 anos, a nadar aos 37 e aos 39 resolveu se aventurar no Triathlon aprendendo então a pedalar de verdade.

Não é necessário ser um atleta profissional, em suma, basta ter força de vontade e encarar os desafios. Só te garanto que você nunca vai morrer de tédio e ganhará de brinde uma vida nova e longa, repleta de saúde. Ou seja, caminho é o esporte. 

natação
Natação
Ciclismo
Nossa história
natação em águas abertas ciclismo e corrida
Primeiro Ironman70.3
natação em águas abertas ciclismo e corrida
Todas as aventuras